Domingos e feriados 

  

Nos domingos e feriados, não faço planos. Apenas conjecturas. Desenho fantasias. Bordo desenhos proibidos e reprimidos. E se….Hoje é feriado e a praia terminou em discussão. Não, não fui culpa do Lula, nem da Dilma nem do Moro. Fiquei olhando o horizonte e pensado e se?

Terminei feliz o pensamento, tamanha a pluralidade e oferta de possibilidades. Culpa do horizonte azul, acho, que convida ao delírio e ao deleite. Sem teto e sem fim, tudo pode, porque não?

Animada, cedi à taxonomia dos desejos. Abandonei o livre pensar e comecei a organizar, assim, sem compromisso, os tempos e os espaços. Primeiro esse. Depois aquele. 

Quando dei por mim, a maré subira e já batia no meu pé. A lista de vontades era maior que a lista de sorvetes de fruta da Ribeira e eu já havia catapultado o item “e se eu morrer” definitivamente da minha lista. 

Por isso gosto tanto de domingos e feriados, dias em que não faço planos. Apenas conjecturas. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s