Uma rede sem nó que une destinos

 

IMG_6813Renata Hilário é uma jovem empreendedora. Mora em São Paulo e é sócia de Fernanda Lopes, outra jovem empreendedora, que mudou-se há três anos para Sidney na Austrália. Juntas criaram a Green Beach (http://www.greenbeachco.com/), uma empresa de fair trade, o tal do comércio justo e sustentável, para vender produtos únicos fabricados por comunidades da Amazônia.

Conheci a Renata no facebook. Trocamos contatos e whatsapp. Prometi ajudá-la, colocando uma rede para vender na Pousada A Capela. Ela mandou para minha casa três redes, que chegaram embrulhadas em um pano azul clarinho com florzinhas rosas. Parecia uma trouxa de trazer bebê, como aquelas que as cegonhas carregavam em seus bicos no século passado. Quando abri a primeira, tive um filho. Brotou da trouxa um cesto de palha de Tucumã absolutamente extraordinário, trançado com esmero e riqueza. Dentro dele, outro filho. Uma rede de algodão como nunca havia visto na vida. Sem nó. Macia, delicada, sutil. Uma rede para acalentar os melhores sonhos. Descobri com Renata que a técnica foi criada por um pescador chamado João da Cruz.

A técnica dele de rede sem nó deixa a cama confortável e bonita. Todos quiseram aprender como se fazia. O Sindicato de Micro e Pequena Indústria do Estado de Rondônia entrou na roda para capacitar mulheres das comunidades carentes do Estado e melhorar a renda das famílias. Para o círculo ser virtuoso e sustentável, o IBAMA coordenou e avaliou a coleta das palhas até o processo de reflorestamento.

“Nosso trabalho é inspirado no fair trade (comércio justo). Queríamos trabalhar com algo que realmente impactasse positivamente na vida das pessoas”, conta Renata, que ajuda Fernanda no trabalho de ligar pontos e clientes. “Porque moro no Brasil, faço a ponte com as comunidades, ajudando nos suprimentos e na exportação dos produtos. Atualmente contamos com alguns parceiros como o Instituto Brasileiro de Sustentabilidade, Vale Decorado (um portal de decoração brasileiro) e o Two Hands Project na Austrália – projeto que viabiliza a preservação dos oceanos através de suas iniciativas.”

Levei uma rede para a minha, nossa Pousada A Capela, em Arembepe. Coloquei na varanda para fazer a foto que ilustra este post. Foi o que bastou para vendê-la. Maria, uma italiana que mora em Lugano, na Suíça, apenas a viu para querê-la. Abraçou a rede, a cesta e não a largou. Levou daqui também os dois ganchos para prendê-la, porque lá não tem. Fiquei na vontade de deitar e sonhar sonhos bons. Na semana seguinte, trouxe outra. De novo, partiu sem o meu deleite. Virou presente de aniversário de uma amiga querida.

A realidade das mulheres de Rondônia é duríssima. As condições de trabalho são as piores e as oportunidades são escassas. A vida é miserável. O trabalho artesanal é uma fonte de renda para toda família. É também um plano de beleza. “Empoderá-las é um dos nossos sonhos”, diz Renata. “Nossa missão com esse projeto é oferecer uma condição justa de trabalho e remuneração para estas mulheres, dignificando as quanto seres participativos na sociedade e valorizando a sua contribuição tão valiosa com esse trabalho lindo que realizam.”

Como não se engajar nessa proposta? Esta rede, linda, sem novo, confortável e linda, precisa ser conhecida pelo mundo, por sua história, pelo valor agregado e por sua qualidade!

Gostou? Apenas, compartilhe. Quer comprar? Entre no site ou venha à pousada A Capela.

Anúncios

8 comentários sobre “Uma rede sem nó que une destinos

  1. Claudia que coisa legal. Muito boa notícia de que um produto de Rondonia, está rodando o mundo. Um dia irei em sua pousada e verei in loco e quem sabe não saio com uma abraçada também. Parabéns pela divulgação. Já compartilhei.

    Curtir

  2. Pingback: Green Beach

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s