Suco de laranja

Enche a pia de laranja. A medida empírica funciona. Corta as laranjas ao meio e coloca-as lado a lado, grudadinhas. Com duas mãos a pressão é maior, mas dobra o número de movimentos. Vou alternando. Uma mão duas metades de laranja. Duas mãos, uma metade. O suco vai enchendo o copão de alumínio . Quando chega à boca, hora de passa-lo pela peneira e depois jogá-lo para a jarra. Jogo todo o líquido de uma vez e bato com o copão para escorrer rápido. Desce e o cheiro de laranja sobe pelo nariz.

Encho duas pias. Faço três jarras. Deixo a laranja escapar da mão apenas uma vez. Dói o dedo mas não machuca. Levo 50 minutos para fazer meu trabalho. Produtividade baixíssima. Meu funcionário que faz isso todos os dias há dois anos me dá parabéns. “Amanhã a senhora fará mais rápido”. Ele tem razão. Amanhã vou melhorar meu tempo. Um dia depois do outro. Um dia de cada vez. Dois lugares comuns. Dois jargões. São perfeito. Corretos. Adequados.
O motivo do texto foi a descoberta do prazer de aprender algo novo, simples e relevante, perto de completar meio século de vida. O ser humano é uma obra muito especial. Divina. Vem equipado com air bag, freio abs e a capacidade de mudar, transformar, aprender, modificar, reinventar. E, melhor, sentir prazer com tudo isso. Coloco o suco em três jarras. Sobra um pouco. Boto em um copo, encho de gelo e bebo tudo em um golão.

Anúncios

Um comentário sobre “Suco de laranja

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s