De bicicleta na cidade

Dois momentos, dois exemplos. Existe esperança. Vamos aos fatos. Sai de casa de manhã para ir ao Google. Na minha rua tem uma ciclovia e por esse e outros motivos voto Haddad. Sou um carro a menos nas ruas. Tenho um olhar diferente sobre as pessoas, coisas e, principalmente, sobre cidade. Vivo atenta porque é perigoso andar de bike em São Paulo. Faço um planejamento mental. Prevejo riscos. Previno acidentes. Me divirto.

Hoje, na ciclovia em frente a minha casa, estava estacionada esta linda land rover branca (foto abaixo). Parei na frente dela com a minha Lola (Lola é a marca da minha linda bike azul). Impasse. Os motoristas nos veículos parados no trânsito, do lado certo da rua, passaram a prestar atenção. Ia começar uma novela. Afinal, não é todo dia que uma senhora cinquentona loira enfrenta de bicicleta um playboy de Jaboticabal a bordo de uma Land.
Enfim, ele desceu do carro e veio se justificando. “Vou no médico aqui no prédio. Só parei para descer”. Respondi calma: “Senhor isso é uma falta de civilidade. O lugar de parar é do outro lado”. A réplica: “Sou de Jaboticabal, lá não tem ciclovia…” Nessa hora eu ri e detonei: “Mas o senhor já foi para Paris, não foi? Lá tem ciclovia e tenho certeza que o senhor andou de bicicleta e depois contou para todo mundo lá em Jaboticabal.Nova York também. O senhor já foi pra lá, não? Pois é. Pena que dinheiro não civiliza as pessoas…” Um motorista ao lado aplaudiu. O folgado saiu correndo e eu parti um tanto chateada.
Durou pouco. Pedalei cinco minutos e cheguei ao prédio do Google, um megaplus edifício na Faria Lima (aquele cujo projeto preservou a casa bandeirante). Para minha alegria, havia um valet de bicicleta. Isso mesmo: por 2 reais estacionei minha magrela. Uma moça gentil veio busca-la para leva-la ao bicicletário. Fiquei por lá duas horas. Sim há esperança. Sim podemos viver melhor. Sim podemos sobreviver ao caos. Sim, São Paulo pode se  tornar uma cidade decente e civilizada com Paris, Nova York e Londres.IMG_2488 IMG_2489 IMG_2490

Anúncios

2 comentários sobre “De bicicleta na cidade

  1. Claudia…cheguei recente no face ( praticamente hj), por fora de tudo que não seja casamento e idosos….
    e me deparei com seus textos, q me trouxeram para este blog D+…eu tinha esquecido dos textos dos amigos jornalistas que resolveram se disfarçar dos mais variados cargos…welcome back!!! um primor…o do email é uma crônica total do mundo maluco q estamos vivendo. bjssssss da amiga Nellie
    ps e não se esqueça que sou casada com baiano…oh coisa boa!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s